Saúde mental e o constante alerta das comunidades próximas às barragens com risco de rompimento

Os sintomas de quem espera por um possível desastre ambiental, como o rompimento de uma barragem, são parecidos com os de pessoas que passaram por uma experiência como essa. É o que explica a psicóloga clínica, Lilian Garate, convidada do Psicologia em Foco no rádio desta quarta-feira, 5/6. Lilian também é coordenadora da Comissão de Emergências e Desastres do CRP-MG.

Ouça o programa na íntegra.

Lilian conta que as relações da comunidade são afetadas pela constante sensação de angústia e insegurança. “Toda a dinâmica habitual é rompida, e com isso, as relações se comprometem. Sejam as de consumo, familiares, com a igreja ou dentro da escola”, explicou.

Construir um trabalho de preparação pessoal e comunitário é importante caso o desastre aconteça, afirmou Lilian. “Participar dos simulados para entender os possíveis cenários e o que cada um pode fazer dentro disso; aprender medidas de autocuidado e de como a pessoa pode cuidar dos mais próximos e criar pontos de contingência familiar”, foram objetivos enumerados por Lilian.

Comunicação responsável

A comunicação é fundamental em todos os contextos, principalmente em situações preocupantes, como de populações próximas às barragens com risco de rompimento. Lilian destacou que não propagar rumores e notícias sem fundamentos é importante para que não haja um ambiente caótico.

“Tem se falado de terrorismo psicológico, e realmente, você não saber diferenciar o que é uma ameaça concreta de uma ameaça falsa, pode elevar o nível de alerta e de estresse de uma forma desnecessária e bastante tóxica para a população”, destacou.

Para se assegurar que uma notícia é correta, é importante verificar as fontes e a data da publicação, consultar outros portais de notícias, ler a matéria completa e não apenas o título, questionar textos e manchetes alarmantes, dessa forma, as chances de cair em uma Fake News é bem menor.

O programa Psicologia em Foco no rádio é uma parceria do CRP-MG com a Rádio Inconfidência. Vai ao ar toda quarta-feira, às 12h30, pela frequência 880AM ou online no www.inconfidencia.com.br.

0
Seja o primeiro a comentar!
Escreva aqui seu comentário...